périplo

"Ao sair de casa dele, com a preciosa obra debaixo do braço, eu estava como que em estado de embriaguez. Será possível que este livro, que todo o mundo cobiça, esteja agora na minha posse? Quantos homens vieram dos extremos da terra à sua procura, aos quais eu respondia que ele não existia, quando se encontrava a dois passos de mim, no mais miserável dos pardieiros! E eis que este homem que eu mal conheço mo oferece! Tudo isto é tão perturbador, tão inimaginável! Dei comigo a rir sozinho, na rua, como um tonto.
Estava eu assim, exaltado mas ainda incrédulo, quando um transeunte me interpelou.
-Baldassare efendil
Reconheci imediatamente a voz do xeque Abdel-Bassit, o imã da mesquita de Gibelet. Quanto a saber como pôde ele reconhecer-me, sendo cego de nascença e sem que eu tivesse dito uma palavra...
Caminhei para ele, e saudámo-nos com as fórmulas usuais.
-De onde vindes, para caminhardes assim como se dançásseis?
-De casa de Idriss.
-Ele vendeu-vos um livro?
-Como é que sabeis?
-Porque outra razão iríeis vós a casa desse pobre homem? - Disse ele, rindo.
-É verdade - confessei, rindo da mesma maneira.
-Um livro ímpio?
-Porque havia de ser ímpio?
-Se não fosse, seria a mim que ele o proporia!
-A falar verdade, ainda não sei grande coisa sobre o que este livro pode conter. Em casa de Idriss está demasiado escuro, e eu espero chegar a minha casa para o ler.
O xeque estendeu a mão.
-Mostrai-mo!
Tem permanentemente nos lábios entreabertos como que um sorriso à espera. Nunca sei quando ele sorri verdadeiramente. De qualquer modo pegou no livro, folheou-o durante alguns segundos diante dos olhos fechados, depois devolveu-mo dizendo:
-Está demasiado escuro aqui, não vejo nada!"



O Périplo de Baldassare de Amin Maalouf


Reading de Yelena Bryksenkova


Comentários

  1. Não há nada pior do que ler co pouca luz...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pior só mesmo viver na escuridão. ..

      Eliminar
    2. Ou seja, não ler. Não ler é muito pior. Tens razão! Raios! Odeio ter que dar razão aos outros ;)

      Eliminar
  2. Mais cego do que o cego é aquele que não quer ver, Cigano!

    Beijos.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário