orchard


Ajoelhado na terra húmida, ergueu os olhos por momentos para o firmamento e confirmou que as nuvens eram rosadas e o céu parecia uma tela pintada. Agora sabia o que era a felicidade e não sentia necessidade de partilhar.


Orchard in blossom, Van Gogh 1889

Comentários

  1. Partilhamos a procura da Felicidade.
    Quando a possuímos tornamo-nos avaros...

    Beijos, Manel. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nã te sei dizer se é isso... é mais sentir do que possuir...
      beijos Janita

      Eliminar
  2. A felicidade não se possui, conquista-se momento a momento. Põe o elmo, agarra a espada e vai-te a ela conquistador.

    :-))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também nã me parece que seja uma conquista... :) diria que é uma opção, um estado de alma

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Achas que, se o informassemos de que o céu está assim por causa das areias do deserto do Saara e dos incêndios, estragavamos a cena?
    Pois, se calhar deixamos assim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o que estraga tudo é o facto das pessoas continuarem a pensar que a culpa nunca é delas...

      Eliminar
  5. São momentos de sabedoria. Humildes e inteiros. Não duram muito mas fica a memória.

    ResponderEliminar
  6. Por vezes, a felicidade é apenas isso. Basta confirmar.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário