estorninho

Não consigo escrever.
Acordei um dia e não escrevia. Também deixei de sonhar. Notei por acaso que as noites passaram a ser fragmentadas por pequenos períodos de sono e acordava na mesma posição em que adormecia.
Sinto que não tenho nada para dizer. Esgotei os pensamentos enquanto alimentava os pássaros. Perderam o medo e sobem juntos ao céu num bando, desenhando ao cair do dia figuras impossíveis.
Ela foi de férias. Todos os dias envia-me fotos do que visita. Escrevi-lhe a pedir que voltasse, mas depois apaguei e só falei nos pássaros. Espero agora pacientemente a chuva e os dias curtos.

 Collin van der Sluijs and Super A, spray painted a giant starling onto the wall of this building in Berlin, Germany.

Comentários

  1. E... quem é ela? A das chaves? A do coro? ou...

    Afilhado, tu cuida-te menino.
    Beijo da madrinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. já nã interessa...
      eu cuido-me, tu cuida-te :) sim, madrinha?
      beijos

      Eliminar
  2. fui acometida pelo mesmo mal. deve ser falta de chuva.

    ResponderEliminar
  3. chuva? houve, mas foi de estrelas. boa semana.
    beijos,
    Mia

    ResponderEliminar
  4. Quando estiveres a dar de comer aos pássaros não penses em nada, Manel.
    Tu não me arranjes um esgotamento por causa das passarinhas...
    Tira férias e vai deitar-te na areia da praia, de papo para ar, sem pensar em nada.

    Tu sabes tantas coisas, cigano...até sabes que os estorninhos são passarocos que só andam por cá de Outubro a Fevereiro...:)
    Beijos, Manel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. acredita no que os meus olhos te dizem...
      beijos, Janita

      Eliminar
  5. Maneeeeeel......

    assim nunca mais reaprendes a escrever e a Sonhar. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. esta noite sonhei... havia um grupo de monges, uma peregrinação e mais alguma coisa que nã me lembro

      Eliminar
  6. Alergia ao Verão, Manel[risos]
    Tarde boa

    ResponderEliminar

Enviar um comentário