ragno

Antes de começar a escrever voltou a contemplar o céu parado, em tons de cinza e violeta. A janela parecia uma das telas que enchiam as paredes da sala, retratando apenas céus carregados de nuvens. Quanto mais escuros e sombrios, mais belos lhe pareciam.
“Era uma vez uma decepção.” começou. “Uma decepção” pensou. “Mas o que é que não é uma decepção? O amor não correspondido, os falsos amigos, o céu carregado sem chuva, até o sabor dos pimentos é uma decepção “. 
A aranha não parava, para cima e para baixo, reparando a teia que bloqueava a janela. Fizera o mesmo percurso umas cinco vezes e nesse tempo apenas tinha escrito “Era uma vez uma decepção.” 


Comentários

  1. Quando olhei a foto (pequenina) na lista de leitura do meu blogue, vi um vestido finíssimo e esvoaçante, qual não foi o meu espanto quando entrei e dei de caras com uma teia de aranha. Bendita miopia que, ao tempo que me expõe beleza, me dá arrepios. Era uma vez uma decepção :-)


    Beijinho afilhado mailindo




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas Madrinha, porquê que havia de colocar a foto de um vestido? aqui nã entra disso... isto é um blog de macho... francamente :)
      beijos Madrinha

      Eliminar
    2. Aaaah... muito me contas... E Eu a pensar que por ser casa de macho os vestidos fossem preferencialmente aceites.

      Quem diria... Francamente :-)
      Beijos afilhado

      Eliminar
    3. podem ser aceites, preferencialmente até sem vestido... mas nã quero cá confusões... se isto nã leva um travão, qualquer dia é só fotos de gatinhos e corações, fundos cor-de-rosa, unhas de gel, horóscopos, dietas... sei lá :)

      Eliminar
    4. ahahahahah
      Estás safo disso, aqui não podemos postar imagens.

      Eliminar
  2. Haja ombros, sr Manel, para as decepções, desilusões e tristezas!!!
    :)
    Boa semana, bjnhs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. rescindi o contrato com um bom par de ombros, clavículas que pareciam almofadadas... mas era preciso cortar
      boa semana, Srª Dona Flor, beijos

      Eliminar
    2. Lamento, sr Manel.
      Escrevi imenso mas apaguei,
      as decepções, as desilusões são sempre dolorosas!
      Eu estou a pensar em casar com uma lojinha :)) ou pastelaria ou cabeleireiro!!!
      Claro q não perdi a esperança no gênero humano,,, ele há-de aparecer, quando o chegar o tempo.

      Eliminar
    3. nã apague Srª Dona Flor, escreva tudo o que lhe vai na alma... e case, case com os sonhos :)

      Eliminar

Enviar um comentário