domingo, 7 de maio de 2017

wieloryb

... ou baleia.

acordei com a minha mãe a chamar por mim. já vou, respondi a saltar da cama. depois percebi onde estava, e que tudo não passava de um sonho. as baleias também faziam parte do sonho. estavam junto à costa e saltavam fora de água, com as barbatanas abertas como se fossem levantar voo. ou como se as mães delas chamassem por elas. o mergulho de regresso ao azul límpido era estrondoso, provocando o deslocamento de colunas de água que chegavam até ao cimo das rochas de onde as observávamos, salpicando o mundo de sal e felicidade.

roubado daqui


14 comentários:

  1. salpicos de felicidade, nunca serão demais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. gostava de ser como as baleias e partilhar salpicos de felicidade :)

      Eliminar
  2. Manel, e agora a tua mãe ainda não tem por hábito ler-te?
    (Lembras-te de ter perguntado?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nã :) ninguém sabe que escrevo... bem, há quem saiba, mas nem imagina sobre o que seja...

      Eliminar
  3. Só o ventre de uma baleia pode ser suficientemente grande para albergar tanto amor.
    Desta vez o sonho foi bom, Manel, pois foi?
    Hoje em dia não há distâncias que separem filhos e Mães.
    Até podemos falar e ver, simultâneamente. Olha que boa esta evolução.
    Gostei muito dessa união do tempero da vida, aliada à felicidade.
    És um homem de mar e de a)mar, polvos, baleias, golfinhos, sereias...

    Beijos, Manel.
    (um dia tens de vir matar saudades)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. foi um sonho muito bom :) nã tinha muito, mas pareceu-me importante partilhar o bom
      beijos, Janita
      (um dia mato tudo:)

      Eliminar
  4. eu já vi uma baleia, aliás era cachalote,ao longe, rodeada por barcos pequenos de pesca. o mar à volta do bichinho estava vermelho.
    foi o que eu chamo de pesadelo.
    anonima

    ResponderEliminar
  5. Parece-me um ótimo sonho, afinal.
    Que sonhos assim continuem a te fazer companhia. ;)

    Beijo, Manel!

    ResponderEliminar
  6. é sexta-feira, cigano. desempoeira-te.

    ResponderEliminar
  7. Bons respingos, rapaz das tempestades!

    Beijocas repenicadas :)

    ResponderEliminar