segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Norma

do ponto de vista anatómico não fomos feitos para chorar enquanto deitados, olhando o quarto de lua e o firmamento estrelado, pois que as lágrimas escorrem pelos cantos delgados dos olhos e deslizam por acção da gravidade para o interior do canal auditivo. 
quem diz observação das estrelas, diz observação do tecto. 
no entanto esta minha descoberta pode não ter qualquer sentido, e na realidade seremos tão anatomicamente perfeitos que quando deitados a olhar o céu, as nossas lágrimas vazam encaminhadas para os ouvidos num propósito especifico, sendo que o ouvido é protegido por uma camada de cera repelente da água e por isso a sensação é muito idêntica à que sentimos quando estamos imersos. talvez seja isso,  a submersão, essa tranquilidade estranha e opaca de sons. embora os peixes não chorem, o mesmo não se pode dizer das lagostas e dos homens que olham o tecto. sim, é verdade que os homens choram, se assim não fosse a natureza não os tinha dotado com cera nos ouvidos. 



33 comentários:

  1. Respostas
    1. sabes que as lagostas vivem mais de 100 anos? e algumas são imortais?

      Eliminar
  2. Ontem pareceu-me que ia chorar no elevador, por duas vezes e não consegui, depois pareceu-me que ia chorar no sofá, por três vezes, e nada. Na hora de fazer o jantar também as lágrimas não saíram e muito menos durante a refeição. Eu não sei se ao chorar, as lágrimas tiram a tristeza de dentro da gente. Tiram, deus das tempestades? Se sim, emprestas-me, que eu prometo que choro de pé?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também nã sei se tiram a tristeza... se tiram, comigo nã resulta que a minha continua aqui. nã chores.

      Eliminar
  3. Seja de alegria, ou tristeza, sim os homens choram.

    Sou prova viva :) mas é isso, é muitas vezes ritual de limpeza da vista e é da alma.

    Na certeza de que só pode melhorar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. já alguma vez choraste até ficares com os ouvidos tapados? preciso de testemunhos para a minha pesquisa :)

      Eliminar
  4. Manel, nós fomos feitos para chorar e rir em qualquer posição. Mesmo quando os ouvidos ficam lotados de água, não vem daí mal nenhum.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. em qualquer posição nã sei, nunca chorei nem ri de pernas pro ar...

      Eliminar
  5. Põe duas ou três almofadas por baixo da cabeça, experimenta, até o ângulo
    ser suficiente para falharem o alvo dos ouvidos. Vai por mim, sei o que digo. E não, não fomos feitos para chorar, nem para sentir demais, nem para pensar muito, isso tem efeitos secundários - para alguns até primários -, muito nefastos. Até há quem entupa os ouvidos em tristeza líquida, e é por isso que sai por um lado e entra por outro... Não há cera que nos valha. Por isso nã te livras dela ;) deixa-a cair no chão, mas não a ti.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sinto que percebes muito disto. sabes por acaso dizer-me se já choraste de pernas para o ar e se é possível?

      Eliminar
    2. Oh Manel então tu nunca choraste de pernas para o ar? A sério? Nunca te viraram o mundo de cabeça para baixo?... A mim acontece muito. ;)
      Boa noite, Mau tempo

      Eliminar
  6. Gostei tanto deste texto, Manel!... Eu sei - soube - o que é sentir os ouvidos cheios de água salgada, saída dos olhos inchados, sem poder fazer nada.
    Logo virei ouvir a Maria Callas...a imagem é soberba.:)
    Sabes, cigano? És um bom menino; que merece muito ser Feliz!

    Beijos meus.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é um engano comum, acharem que sou bom :)

      Eliminar
    2. Hummmm---irei ficar mais atenta aos sinais...:)

      Eliminar
    3. Ah, e quero agradecer-te o vídeo...Adorei as imagens, a voz já é sobejamente conhecida. O mal da Diva Callas foi ter-se apaixonado por Onassis. Por outro lado fê-la perder peso, o que prova que o Amor é um óptimo adelgaçante.

      Beijos! :)

      Eliminar
  7. ai eu se puser esta senhora a contar esta música ai choro choro :)

    boa semana, M M-T

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também gosto muito desta https://www.youtube.com/watch?v=MwuNqcKUxto

      Eliminar
    2. M M-T olha esta:

      https://www.youtube.com/watch?v=v3q6L8ONqCI

      Eliminar
  8. Confirmo que já chorei deitada e em pé e a boca e os ouvidos aguentam essa água meio salgada, embora possa depender da quantidade de lágrimas deitadas, coisa não sujeita, penso eu, ainda a um teste experimental.
    ~CC~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. primeiro será necessário desviar e medir a quantidade de lágrimas e depois é muito simples medir o volume total da cavidade auricular, julgo eu...

      Eliminar
  9. E a ranhoca que fica ali acumulada sem poder escorrer por estarmos deitados? Ninguém fala nisso? Chorar é de pé, como as árvores quando lhes chove em cima!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nã me lembrei da ranhoca, mas és capaz de ter razão, vou estar atento...

      Eliminar
  10. O melhor é mesmo não chorar ou então fazê-lo de pé ou sobre uma almofada para ensopar as lágrimas, não vá a produção de cera não acontecer e ficares surdo. E isso é coisa que não deve acontecer ao Mau-Tempo :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) nã tens bom tempo que chegue? queres que mande chuva?

      Eliminar
  11. A mesma cera que parece inútil ou insuficiente perante o canto das sereias...os homens fazem um uso selectivo da sua cera.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. por falar em sereias... https://www.youtube.com/watch?v=MwuNqcKUxto

      Eliminar
  12. Muito bem visto, senhor Manel.
    Eu cá, não consigo filosofar sobre choros e tristezas. Quando tento, só me dá para pôr a cera à prova ainda mais.

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. deus me perdoe, mas qual é o problema com o senhor? até tu já me tratas por senhor!!! tou a ficar com ar de velho? é isso?

      Eliminar
    2. Eheheh... Não sei se é isso. Pois não tenho o privilégio de observar se o teu ar se está a alterar ou não. :p
      Mas olha que não há problema nenhum, Manel. Uso o senhor quando quero colocar um tico de seriedade (que não consigo ter, por muito que tente) nas minhas palavras. Só isso. Nada mais. ;)

      Eliminar
    3. fique a menina sabendo que estou praticamente como novo... e se nã fosse uma dor nas cruzes, até podia dizer que estava aqui para as curvas!!!

      Eliminar
    4. Ahahahahahah! Sou mais velha do que tu, por isso mesmo, é melhor não me meter mais contigo que ainda sobra para mim...


      [o certo é que não sinto nem uma dorzinha. é que nem nas cruzes, nem noutro sítio qualquer. agora é retirares a devida conclusão das afirmações que acabo de fazer. ;)]

      Eliminar