terça-feira, 31 de janeiro de 2017

meditation

pensei talvez fechar os olhos e não ver mais o lado negativo. construir durante a noite uma estufa e plantar às apalpadelas rebentos de vontades. já os vi enlatados, vinham lá do sudeste asiático, banhados pelas cheias do mekong. e cansado, morto pelo trabalho, deitava a cabeça nas mãos e imaginava um sonho em que ela tivesse ido, que ficasse sentada ao meu lado e lhe confessava ao ouvido, porque o barulho era alto, coisas que só se dizem quando estamos perdidos. ou bebados. não será motivo suficiente para morrer, mas desde aquele dia já não sei se vivo, ou se é somente uma lesão.




não consegui escolher qual a versão preferida deste Meditation de Massenet

30 comentários:

  1. Bom dia sr Manel, o sr Manel gosta muito de fazer dramas!
    É uma forma de se desculpar! :) Acredito que terá desculpa, a seu tempo! :)

    Gostei da escolha musical.

    Continuação de bom dia e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. bom dia senhora dona Flor... se nã fizer dramas, quer que faça só cimento? :)
      boa semana, se a gente nã se encontrar entretanto :)

      Eliminar
    2. Era bonito! :)

      Temos uns garrafões para mandar a baixo! A Fazer tiro ao alvo. :))

      Eliminar
    3. Eu pensei, que estávamos combinados, sr Manel!!! :))

      Eliminar
  2. Eu só preciso estar com sono para as palavras saltarem-me da boca e nunca mais apanhá-las. Foi o que me aconteceu. :)

    Deixo-te um beijo, Sr. Tempestade. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a melhor hora é de manhã, bem cedo, pela fresca... essa hora de palavras fugidias nã é boa, pelo menos no meu caso :)
      bom dia menina,beijo

      Eliminar
  3. coisas que só se dizem quando não temos nada a perder...
    devias ter dormido, ou ter aparecido por cá. esperei-te da uma até às três e meia...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o sono anda perdido nos bolsos de um casaco... devias ter mandado um foguete, assim sabia que me esperavas :)

      Eliminar
    2. já te disse para coseres os bolsos...também se foram as conchas?
      lançarei um rocket. fica atento.

      Eliminar
    3. como é que sabes que guardo conchas nos bolsos?

      Eliminar
  4. adoro a música, M M-T.
    quanto ao que escreves, às vezes não sei como consegues por tanta coisa num simples parágrafo.

    xiça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é isto que é esticadinho e a letra pequeníssima... tudo uma ilusão de óptica :)

      Eliminar
  5. Ainda com os olhos cheios de lágrimas, pensei vir encontrar algum alento, aqui, nas tuas palavras... Ainda fiquei pior...semeia vontades, Manel, semeia, muitas! para colheres fortes rebentos de ânimo, de alegria e no-las poderes transmitir.
    Nem força tenho de abrir os vídeos...Vou chorar muito, aliviar a dor que sinto na alma e voltarei mais tarde.
    Um beijo, Manel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mas isto nã era pra chorar... achei eu... que já nã sei nada... espero que fiques melhor, amanhã já é quarta-feira.
      beijo Janita

      Eliminar
  6. Ai, que coisa! Toca mas é a arrebitar que há uma aranha traidora enfiada num barco pirata equanto a dona regressa a uma casa sem teias!

    Beijocas, Stormy boy :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nunca sou avisado de nada. Nã podiam enviar um email, um foguete, um pombo-correio? custava muito???
      beijos Tutu :)

      Eliminar
  7. Tal como te prometi vim ouvir as duas versões desta composição, tão bela, e fiz a minha escolha, Manel.
    Ambas são um deleite para a minha mente cansada, mas a versão de piano, agradou-me mais. O violinista é espectacular, mas achei que o volume do som - demasiado baixo, aqui no meu velho PC - não favoreceu a melodia.
    Sabes dizer-me se o monumento que se vê ao longe, na direcção do piano, é a Basílica de Sacré Coeur?
    Paris é sempre Paris...:)
    Quanto ao meu pranto de há bocado, já estou mais aliviada e conformada. Só para a morte não há retorno...Tenho esperança que um dia Ela voltará.

    Boa noite, ciganito!
    Fica bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. estive uma vez em frente ao Sacré Coeur e chovia cães e gatos, mas talvez seja que aquilo fica num alto... nem sei que dizer, é desolador...
      bom dia Janita!

      Eliminar
  8. Gosto de ambas as versões. Manel, anima-te vá, quando deres por ela tens 50 anos e ainda pensas nela :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. estou quase nos 40, mas a única diferença são os olhos cansados... tudo o resto parece igual, talvez a memória também seja mais selectiva... os 50 devem ser iguais :)

      Eliminar
  9. Mete os rebentos de vontade de molho numa jarra.
    Tinha acabado de sair da aula de piano quando vi estes vídeos... Senti-me tão naba...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nabo sou eu que nã me lembrei que rebentos destes também se dão em jarras...

      Eliminar
  10. Bom fim de semana, Manel.
    Estamos à tua espera...

    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. já volto, deixem-me tirar o pijama e limpar as remelas...

      Eliminar
  11. Cucu! Está aí alguém?

    (enviei-lhe um-mail. Recebeu?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Recebi e respondi... e espero que nã leve a mal o que nele escrevi!

      Eliminar