quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

mālūlū

Uma família de três entra no autocarro. Escolhem não se sentarem todos juntos. Os que ficam lado a lado não trocam palavras. Às vezes sinto falta da conversa, mas não hoje. Hoje fartei-me de pessoas e bastaram poucas. Foi o frio que as avivou, estranhamente.


18 comentários:

  1. Tens que voltar afilhado, por todas as razões e mais uma que é - Dezembro, sol e janelas abertas de par em par até pelo menos às 17h

    Beijoca da madrinha :)

    ResponderEliminar
  2. Tenho dias em que gosto de estar num submarino, no fundo do silêncio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas no amarelo há uns fulanos vestidos de forma estranha e colorida que não param de cantar!

      Eliminar
  3. o rei veado aparece na floresta encantada, sozinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não?....
      (um dia destes sonhei que que me punham na cabeça umas hastes de veado e cobriam-me com peles)

      Eliminar
  4. Muito bela a imagem que escolheste para ilustrar as tuas palavras, e que fala tanto quanto elas...
    O inverno, a neve, o frio, a natureza e a solidão forçada e expectante...
    ...que afecta até os mais fortes.:)
    O frio isola-nos, muitas vezes, voluntariamente, no aconchego de nós mesmos.

    Beijos, cigano. A primavera já está chegando...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. gosto do frio, desse recatamento... pena esse nã ser o efeito!
      beijos Maria, aproveita o inverno :)

      Eliminar
  5. não resisto às conversas de autocarros...

    ResponderEliminar
  6. Por vezes, tenho saudades de quando andava de autocarro, todos os dias, várias vezes ao dia. Saudades de ficar a olhar para as pessoas a entrarem e a saírem. Saudades de tentar perceber a vida delas, partindo de um detalhe que apanhava nos seus movimentos, na sua roupa ou na sua voz.
    Construir histórias na minha cabeça. Acho que é mais disso que tenho saudades.


    (nada a ver. mas já era para te ter dito noutros comentários. e depois esqueço-me. só no finalzinho do ano passado é que percebi que não vivias por cá. yep. sou mesmo despistada. nada a fazer.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é uma aventura, então adormecer no autocarro...
      :) tens de estar atenta, dou muitas pistas

      Eliminar
  7. Saio em bicos de pés, não vás zangar-te com o barulho. É que hoje calcei botas com saltos.

    Beijocas, rapaz das tempestades :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sexy :)
      tenho sono pesado, podes entrar e ficar...
      beijos Tutu!

      Eliminar