domingo, 20 de novembro de 2016

Ilmatecuhtli

Ilmatecuhtli, a criadora das estrelas, anda pela praia de mãos dadas com Iemanjá. Escolhem beijinhos na maré baixa para terminar um colar. Quando me avista, Ilmatecuhtli corre. De manhã é uma criança traquina que me chama Hurican e cria polvos no meu pescoço. Desfaço a bruma em migalhas e alimentamos as anémonas até ao meio dia. Ilmatecuhtlin tem um riso cristalino e tece com ele uma rede de apanhar memórias.  Quando a noite chega, já se fez mulher e trocamos sonhos de abóbora por chuva. Muita chuva, pede a deusa com ternura antes de adormecer. 


daqui

27 comentários:

  1. que maravilha de texto, Manel :)

    (sortudo, por aí já há sonhos de abóbora :b)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nunca me faltam os sonhos... estou é desconfiado que nã são de abóbora :)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Ela pede e eu mando :)
      (minetes, numa próxima, prometo)

      Eliminar
  3. Tenho uma música para este texto:

    https://m.youtube.com/watch?v=ULavCZGz0mY

    ResponderEliminar
  4. isso não se faz...não gostaste dos meus sonhos?

    ResponderEliminar
  5. Que bom saber que ainda há beijinhos na maré baixa. Não os vejo desde que deixei de ser criança. Tenho que procurar pelos os mares dessa Deusa.

    ResponderEliminar
  6. Que bom saber que ainda há beijinhos na maré baixa. Não os vejo desde que deixei de ser criança. Tenho que procurar pelos os mares dessa Deusa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luisa, estou em crer que no Algarve não há disso. Tenho procurado muito...
      :))

      Eliminar
    2. Eu acho que há sim, Cuca, mas não tantos como quando eu era miúda. Digo que sim porque ainda no verão passado vi-os em fotos de uma colega minha. A minha tristeza é de não os encontrar eu.
      :)

      Eliminar
    3. nã faço ideia se ainda há, invento muito :)

      Eliminar
  7. enquanto a satisfazes eu aproveito também. estou sempre à espera de chuva.

    ResponderEliminar
  8. Os beijinhos está bem, agora chuva? Tenho que chegue para uns dias :)

    ResponderEliminar
  9. Devo avisar que também te roubei isto. Coloquei-o em formato poema para disfarçar, mas considero a hipótese de o alterar para texto. Eu roubo-te tudo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sem problema, já o tinha roubado da ana, por isso é como aquela cena, ladrão que rouba a ladrão...
      :)

      Eliminar
  10. Como sempre, mais um lindo texto :=)


    PS: As filhoses é que são de abóbora, não os sonhos, afilhado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ilmatecuhtli enganou-me com os sonhos de abóbora :o

      obrigado madrinha, boa semana, beijos

      Eliminar