domingo, 23 de outubro de 2016

kot

Todos parecem felizes por me ver, até Kot, o gato malhado. Está mais gordo, pançudo, sempre remeloso, um pouco mais domesticado. Roça-se pelas minhas pernas e cheira as mãos, depois desmaia junto aos pés e espera festas pelo dorso. Quando a chuva e o frio regressam, Kot abriga-se em casa, torna-se mais sociável, mas só nas poucas horas em que permanece acordado. Conversamos um pouco enquanto o almoço não é servido, ele entende-me na minha língua, faço por entender a dele. Izabela pede-me que abra o vinho, também a entendo na língua dela quando complementada de gestos. Às vezes esquece de usar o inglês, respondo-lhe simplesmente “tak” e ela brinca: -o teu polaco está perfeito!




24 comentários:

  1. Izabela? a mesma Izabela? a irmã da namorada dooooo..., pois não lembro, Josh? hummm, não lembro mesmo do nome do dito, nem da namorada. Esta minha cabeça, tenho que a levar à oficina :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alicja e Jochen :) é no que dá ter amigos com nomes estranhos :)

      Eliminar
  2. Só vim deixar um beijinho, um abraço e saudades.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mas que boa surpresa :)
      beijos favinha, muitas saudades

      Eliminar
  3. Polaco não se parece com o miar de um gato? A mim parece-me :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se for falado com ternura, ao ouvido, no feminino :)

      Eliminar
  4. gostei particularmente do "desmaia junto aos pés",
    anonima

    ResponderEliminar
  5. Há gatos melhores que os humanos!

    Beijos, Stormy boy :)

    ResponderEliminar
  6. Respostas
    1. :) foi a ti que te contei da coleira de pulgas que misteriosamente desapareceu, certo?

      Eliminar
  7. Trocaste o tempo todo. Aqui é verão. Andas todo trocado...então, hurican?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. foi uma encomenda grande, andei atarefado toda a semana a adriçar nuvens...

      Eliminar
  8. Trocaste o tempo todo. Aqui é verão. Andas todo trocado...então, hurican?

    ResponderEliminar
  9. Respostas
    1. quando era pequeno acreditava piamente nisso dos gatos comerem línguas... e chupetas :)

      Eliminar