domingo, 3 de julho de 2016

invídia

Descobri que também invejo as pessoas que gostam de fazer anos. Aqueles que mal dormem nos dias de véspera, que vão riscando a marcador com impaciência o calendário. Um mês antes anunciam o grande acontecimento, alguns até enviam convites. Invejo também as festas que preparam, há casos em que estendem o festejo pela semana, como se fosse uma versão aciganada de aniversário. Juntam os amigos num jantar, mordem as velas depois de as soprarem, encomendam bolos intragáveis personalizados, recebem pilhas de presentes repetidos, brindam até sentirem os braços fraquejarem. Invejo os que adoram ouvir os parabéns a você! e ainda mais aqueles que conseguem aguentar o sorriso até ao fim. Invejo os que metem o dia de férias, ou a semana, ou o mês, e vão de viagem para tornar o acontecimento ainda mais inesquecível. Tiram fotos de havaianas num areal branco, erguendo um copo decorado com frutas, ou abraçados a um grande amor, ou a uma pessoa que acabaram de conhecer. Invejo os que desfrutam as duas mil mensagens e os trinta mil telefonemas que recebem, mesmo que isso os deixe com as orelhas queimadas e sem bateria. Invejo sobretudo aqueles que são mesmo felizes nesse dia, mais do que nos outros, mesmo sabendo que para o ano pode haver mais, e que dificilmente será melhor.


31 comentários:

  1. Manel, não invejo nada porque detesto tudo isso. E gosto imenso de fazer anos, de acrescentar anos porque é sinal de que estou cá, e nunca encubro a idade. E há muita cachopa da minha idade (52) que o faz.
    Normalmente não trabalho no dia de anos e vou dar uma volta. Sabes porquê? Não é para festejar, mas para estar mais afastada daquelas doses maciças de parabéns!
    Ah, e nunca fiz festa de anos. Nem em miúda. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quando era miúdo a minha mãe fazia dois bolos... acho que foi mimos a mais :)

      Eliminar
  2. Pois é afilhado, aqui a madrinha festejou com festa uma vez na vida, quando fez 16 anos. Estou como a Isabel, se me perguntam, também não minto na idade, e tal como ela, cada ano mais, me diz que consegui ultrapassar as coisas menos boas, memorizar as boas, e ao acordar, tal como todo o dia, levanto a roupa procuro o dedo grande do pé, se ele mexe grito (baixinho) tou viiiiiiiiva e pronto, sem invejas :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nã quero a festa, nem o passar dos anos... queria que ficasse tudo na mesma, assim de molho :)

      Eliminar
    2. A frase é - Tudo na mesma como a lesma - não ao molho :)

      Não queres também o rabinho lavado em agua de malvas?

      Hummm!!! Tudo na mesma, tudo na mesma - um dia destes, nós, as que aqui vimos, éramos chamadas de desencaminhadoras de crianças. Tu nem as pensas afilhado :))

      Soma e segue, como todos nós eheheh

      Eliminar
  3. Vejo que o sr Manel é um caso perdido! :(

    Contínuo a gostar de fazer anos, este ano festejei sozinha, e um mês antes. :)
    Quando chegar a data ...festejo na mesma mas, já vai ser diferente,
    com pessoas e sem comer bolo. :)

    Quem tem inveja, também tem ciúmes, abomino esses sentimentos.
    Lamento pelo sr Manel.
    Bom domingo e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mas ainda achava que havia salvação? :)
      boa semana :)

      Eliminar
  4. Não invejo mas confesso que me faz confusão. Mas cada um é como cada qual. :)))
    Eu, bicho-do-mato assumido, já cheguei a enfiar-me em casa e desligar tudo quanto era telefone. Mas eu sou um caso perdido, Manel, ultimamente deixei-me desses radicalismos.
    Mas já agora, andas há quanto tempo a fazer anos? É que te dei os parabéns a semana passada? :=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sendo cigano, ou quase, podemos estender... está no contrato :)

      Eliminar
  5. se eu não acreditasse que ano que vem será melhor, estava &%$#º@ .

    ResponderEliminar
  6. Manel, Parabéns [fora d`horas] que contes muitos!
    Vê as coisas por este prisma, enquanto festejas mais um aniversário é sinal que continuas por cá...Há lá coisa melhor! Só temos uma vida, aproveita e sê feliz :)
    Um beijinho e bom Domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigado Té, mas é este meu mau feitio que nã tem cura... :)
      beijos, boa semana

      Eliminar
    2. :))) então não é defeito é feitio... está bem!

      Eliminar
  7. Gosto de fazer anos mas detesto os Parabéns e as mensagens bacocas de quem num ano inteiro se esteve a cagar para mim, detesto as festas de aniversário, detesto bolos de anos, detesto velas e parabéns a você. Sabes o que fiz o ano passado e pela primeira vez na vida? Reservei um quarto de hotel longe de Lisboa, daqueles com direito a Spa e massagem e champanhe no quarto e mais umas tretas, pus o telemóvel em silêncio e curti o meu aniversário. No outro dia agradeci muito os parabéns dados e as sms e re-béu-béu. Passei o melhor aniversário da minha vida. Só agora depois dos 40 arranjei coragem para fazer como gosto sem melindrar ninguém. E este ano vai ser igual. Acabaram-se as festas de merda.

    Beijinho e que tenhas muitos mais aniversários para comemorar... Ao teu gosto de preferência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mas que bela ideia me dás :)acho que me vais salvar o próximo ano :)
      beijos e obrigado

      Eliminar
  8. Mas Manel, viajar no aniversário é a melhor forma de nos livrarmos dele! De preferência para longe e sem telefone.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu até ia, mas o navio já estava lotado... hoje em dia até deixam entrar os políticos, como capitã devias fazer alguma coisa!^

      Eliminar
  9. Não sou de grandes festas, costumo se possível passar o dia com os mais próximos. Um jantar, com bolo de sobremesa, bolo bom de frutas.
    Não dou importância à data nem pela positiva nem pela negativa mas, como todas as datas de celebração familiar, convida a um balanço, mesmo que involuntário há sempre um balanço...

    ps Se a inveja advém de não teres tido festa suficiente diz. Para ir para os copos, cantar os parabéns, fotografar-te a trincar as velas não faltarão candidatos...festejam-se outra vez!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mas porquê que as pessoas trincam as velas?
      nã me posso queixar das festas, comecei a recebe-las na véspera e foram até ao dia seguinte, três dias seguidos... talvez seja festas a mais :)
      nunca ninguém está bem com a vida que tem...

      Eliminar
  10. Não sou de grandes festas, costumo se possível passar o dia com os mais próximos. Um jantar, com bolo de sobremesa, bolo bom de frutas.
    Não dou importância à data nem pela positiva nem pela negativa mas, como todas as datas de celebração familiar, convida a um balanço, mesmo que involuntário há sempre um balanço...

    ps Se a inveja advém de não teres tido festa suficiente diz. Para ir para os copos, cantar os parabéns, fotografar-te a trincar as velas não faltarão candidatos...festejam-se outra vez!

    ResponderEliminar
  11. Desde os quarenta que já não acho piada amais um aniversário, se por um lado é sinal que cá ando, por outro vejo o tempo a passar e eu com tantos projetos que acho não vou ter tempo para realizar. Perspectiva...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. fui muito precoce, a partir dos 6,7 deixou de ter piada... nunca mais fui o mesmo desde que perdi o primeiro dente de leite!

      Eliminar
  12. Eu também invejo!
    Tenho vontade de chorar. E me esconder.
    Principalmente após os 30. ;)

    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. esconder nã diria, nem chorar, mas ficar todo o dia a dormir era uma boa opção :)

      Eliminar
  13. eu sou das que aproveita o dia até à última gota... :)

    ResponderEliminar
  14. Podes invejar-me, então! Adoro fazer anos! Adoro ser mimada nesse dia (e nos outros, mas isso agora não interessa nada)!

    Beijocas, Polvinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (e olha que sou bastante cota) :P

      Eliminar
    2. e invejo, nem imaginas quanto :)

      (essa do bastante cota, acho difícil, mas nem pergunto :))

      Eliminar