domingo, 7 de fevereiro de 2016

corvos

... e outras aves, para a Ana.

corneilles dans le Jardin des Tuileries


estes parecem melros malhados no meio das pombas...


este virou-me as costas...

pardais sem medo, junto ao Sena, Paris, Dezembro 2014

14 comentários:

  1. Já lá tens o teu prémio mas não são corvos. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. muito agradecido, finalmente, depois de tantos dias e prémios rejeitados :D

      Eliminar
  2. Tenho um fetiche por corvos ;)
    Beijoca Manelito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tenho mais corvos, mas devem estar arrumados no disco... vou procurar, beijos, Sandra.

      Eliminar
  3. ... também fui espreitar os pássaros da Ana.
    Vocês levam jeito, Manel! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sou péssimo, aponto para o chão e lá estou a disparar até acertar em alguma coisa... :)

      Eliminar
  4. Bates-me aos pontos, aos pombos, aos corvos, aos pardais...e gaivotas?
    Obrigada Trovisco, muito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vou procurar as gaivotas, nã sei onde as guardei :)

      Eliminar
  5. Hoje, eu gostava de ser um corvo e voar para longe, muito longe... :)

    Bonitas fotografias, Manel Mau. :)

    Um beijo. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigado Castiel, mas repara que os corvos podem voar para longe... e nã o fazem :)

      Eliminar
  6. Por umas semanas, não nos cruzamos :)

    Um beijinho, Manel Sem Medo

    ResponderEliminar