quarta-feira, 6 de agosto de 2014

coagular

Folhas em branco são como trituradores de pensamentos, ficas especado a admirar o cursor no topo, aquela barra intermitente no fundo agreste e as tuas ideias vão sendo reduzidas a estreitas tiras de entulho. É que nem as podes enviar para a reciclagem, ficam tão reduzidas que um simples sopro é capaz de as dispersar. Normalmente é assim que começa. Depois decido fazer café, espreito os restos que possam ter ficado esquecidos pelo frigorífico ou pelas latas no armário, há bolachas que aguentam meses até ficarem impróprias para consumo.
Esta deslocação da cadeira à cozinha pode ser altamente produtiva, mas em noventa por cento dos casos só acumula migalhas entre as teclas. É claro que um estômago reconfortado permite que o cérebro se dedique à elaboração de ideias, em vez do constante pensamento de insatisfação e de imaginar bifes suculentos mal passados pela grelha, com ovos e batatas fritas.
Agora fiquei com fome.


2 comentários: