levitar

 

Toda a comunicação se faz à distância. Alguns bits de dados e estou em isolamento, confinado durante cinco ciclos à minha cápsula espacial de poucos metros. Lá fora há um vai e vem de cargueiros e transportes desde a estação e Titã. Sonhei que levitava por um corredor central de lugares vazios, indeciso onde me sentar, o que foi estranho porque raramente a gravidade é zero e os lugares estão sempre preenchidos. Aumentei duas horas ao sono induzido, mas acabei por acordar antes, tropeçando na saída de um sonho que esqueci de imediato. Sinto-me melhor. Aos poucos os sintomas desapareceram, à parte de uma remela espessa e um nariz escamado, estou pronto para outra. Limpo os filtros, as membranas de refrigeração, trato dos resíduos, higienizo os uniformes e só depois sento-me a ler. É sobre uma mulher que escreve e uma outra mulher que lê e ainda outra que ama. A que escreve tem um tempo de escrita, umas horas durante o período depois do acordar. Faltam-me regras. Nos últimos cinco meses os meus dias têm sido meticulosamente preenchidos e todos os minutos cuidadosamente calendarizados. Nem sei o que fazer com tanto tempo livre. Ligo o sistema recreativo e consumo umas quantas séries seguidas.




Comentários

  1. Ora nem mais! Levitar sem culpa.
    Se os sintomas forem ligeiros, o confinamento serve para descansar.
    Hoje também já passei pela fase da higienização. A parte de sentar a ler é que está mais complicada. Comecei o livro com um grande entusiasmo mas, de cada vez que lhe pego, antes de dormir, adormeço quase sem conseguir virar a página.
    Boas leituras e bons momentos televisivos
    Um abraço,
    Sandra Martins
    PS - Já agora, o nome do livro? Para pôr na lista, que é enorme.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se nã está nessa lista, devia estar :) as horas do Michael Cunningham... já vi o filme faz uns largos anos, achei que nã ia ter piada ler o livro... enganei-me :) quando perco o entusiasmo num livro, deixo lá ficar a marcação e passo para outro...

      Eliminar
    2. O filme também já vi! Já está na lista.
      Se fosse balança ficava desequilibrada entre os que consigo ler e quero ler.
      O problema não é do livro, é mesmo do cansaço.
      Abraço,
      Sandra Martins

      Eliminar
    3. é aproveitar o feriado e descansar... se der :) normalmente leio nos transportes porque à noite acontece-me o mesmo... posso saber qual a leitura do momento?

      Eliminar
    4. De momento, o marcador está no "Operação Secreta", de Ben Macintyre. Por acaso, também já vi o filme.
      O último que li foi "A Tatuadora de Jaipur", de Alka Joshi. Gostei muito.

      Eliminar
  2. Não me importo de ficar com esse tempo livre que tens de sobra, desde que não venha acompanhado do bicho... Melhoras! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nã, nã... eu nã estou a maldizer o tempo de sobra... eu levei com o bicho, tenho direito ao tempo :D preciso do tempo, adoro o tempo, prometo aproveitá-lo melhor hoje
      obrigado

      Eliminar
  3. Bom espero que os sintomas sejam leves e portanto possa aproveitar o tempo livre para se distrair.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, sim, estou perfeitamente bem, obrigado
      abraço e muita saúde

      Eliminar
  4. Respostas
    1. ehehehehehe, je suis tuga, o povo mais piegas do planeta!

      Eliminar
  5. Bicharocos à parte, vá lá saber-se porquê, ao ler o teu texto fiquei com vontade de reler 'Leviathan' de Paul Auster. Li-o, quase sem respirar, num final de verão daquele ano distante de 1996.
    Lembro-me dessas férias solitárias, como se tivessem acontecido ontem...E mais não digo.
    Abraço, Manel.
    Cuida-te. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se tens vontade de o reler, deves reler :) já o fiz com alguns livros
      e é engraçado que às vezes o que tiramos dos livros depende muito do momento em que os estamos a ler
      estás com a marcador em algum neste momento?

      Eliminar
    2. Tu agarraste o bicho, eu soltei o bicho. Pegou-me de jeito e à força toda mas, para já só restícios de dores por todo o esqueleto. Ler? Não consegui a febre deixou-me pastel e dormi até mais não.
      Melhoras para ti, aproveita e descansa :)

      Eliminar
    3. sempre ouvi dizer que vaso ruim nã quebra, por isso, como havia desse bicho me pegar com força?
      Espero que estejas a recuperar e que logo logo estejas fina! vai dando novidades, sim? beijos, as melhoras e nada de esforços

      Eliminar

Enviar um comentário