Laniakea

 

Regressar aos turnos duplos e aos transportes de e para a superfície, revelou-se mais extenuante do que tinha previsto. Nos primeiros dias da semana precisei de calibrar a dose de cafeína, abusando na dependência para me manter desperto. Como consequência, as insónias voltaram armadas até aos dentes e como se não fosse transtorno suficiente, juntei à tragédia uma pitada de sonhos ridículos. Num deles queria comprar roupa interior numa esplanada. O empregado muito amável disse oh sim sim, já lhe digo alguma coisa! e desapareceu sem as bebidas. Depois era a música que vinha empacotada em embalagens de cartão em tudo semelhante às do café da nespresso. Perguntei se ela queria ouvir o violino e retirei da estante a caixa acastanhada com um violino na tampa. Pensei que estava a perder o juízo. O que não descansava no ciclo nocturno, depois assombrava-me o dia, principalmente no transporte e na sua oscilação lateral que me embalava como se estivesse num berço, deixando-me o pescoço rijo e dorido de tentar não perder a cabeça para o passageiro da frente ou para o corredor central. A meio da semana, com receio de perder a paragem e a cabeça, retirei a dose de cafeína após o almoço e as noites alongaram-se. E agora consigo adormecer tranquilamente diante dos mapas de Laniakea e dos seus afluentes de galáxias desaguando no Grande Atrator.


Laniakea - "céu imensurável” em havaiano





Comentários

  1. Olhe bem que gostava de poder escolher a música das esplanadas, normalmente é tão má que não se consegue aguentar muito tempo, pior só a dos ginásios...Força aí, aguente-se e tenha sonhos felizes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheheheh, verdade, há música muito má que preferia nunca ter ouvido... daí o meu subconsciente ter fabricado música embalada para todas as ocasiões
      boa semana, abraço

      Eliminar
  2. Há tanto tempo que não vou a uma esplanada, nem sequer em sonhos.
    Espero e desejo que esteja completamente recuperado.
    Abraço, saúde e bom Domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sou o fã número um de esplanadas... sempre que há a possibilidade de ficar no exterior, eu aproveito, até em sonhos :) até quando chove...
      boa semana, muita saúde, abraço

      Eliminar
  3. Respostas
    1. o grande atrator pode ser um pouco assustador :) mas no conjunto, é um belo adormecer

      Eliminar
  4. Escusava de ficar aborrecido com o Verão e mandar já chuva. Temos o Inverno todo para isso!
    Nas esplanadas, ás vezes, também se lê muito bem. Com a companhia de uma "geladinha".
    Bom resto de semana!
    Um abraço,
    Sandra Martins

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. estou preocupado com a seca... o que será de mim sem chuva e frio?!
      continuação de boa semana, abraço

      Eliminar

Enviar um comentário