vizinha

 consigo ouvir tudo o que diz mas só entendo algumas coisas. parece que está sempre furiosa e quando não está aos berros com o cão, é com alguém ao telemóvel. a nova vizinha de cima acorda-me de manhã e às vezes à noite quando estou quase a adormecer. cruzei-me uma vez com ela e não parece uma pessoa cheia de ódio e raiva que projecta com violência palavras que nem as paredes conseguem suportar. é raro o dia em que não a ouço reclamar porque está a chover, ou porque o bilhete do tram aumentou, ou porque Toto, o cão, cagou no meio da sala e parece uma cascata de cólera. 

não tenho coragem de lhe pedir que berre mais baixo. no início ainda me vesti e subi o lance de escadas, mas voltei atrás. vi nos defeitos da vizinha os meus próprios defeitos, embora eu seja mais silencioso e contido. mas a verdade é que estou sempre a reclamar, é patológico, e se não é do bom tempo, é do aumento do preço da cerveja, da desilusão que são os jovens, da estupidez humana, da minha estupidez... e do barulho da vizinha.



Comentários

  1. Anda tudo doido.... Até o Blogger que não actualiza posts publicados há mais de duas horas.
    Está tudo com as publicações anteriores. Eu vim porque tu só te deixas ver quando dás à costa.

    Pois, o melhor é não reclamar dos berros da senhora do ganso. Vai que ela engraça contigo, te adopta e larga o ganso? Agarras nele levas para casa...arroz de pato é tão bom...tenho uma receita estupenda. Queres que vá aí depenar o pato? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu tenho prioridade no blogger, eles até já postaram coisas que nunca escrevi :)
      nunca poderia ser adoptado por uma pessoa com aquele tom de voz... apercebo-me agora que os meus ouvidos é que comandam todos os outros órgãos, mesmo o coração :)
      e outra coisa, que eu pensava que já sabias, mas eu posso ter esquecido de dizer: nã como pato, a nã ser que nã saiba que é pato... nem ganso, muito menos cisnes :D

      Eliminar
    2. Vê lá tu como eu ando. Nem reparei no pescoço do bicho...é cisne é!!
      Ah, disso também não como. Mas quer-me cá parecer que ele vai ao colo da vizinha para cantar pela última vez...também não? Bolas, não acerto uma.

      Beijocas.
      (O que sonhaste esta noite, Manel?)

      Eliminar
    3. ela leva-o tão carinhosamente... até eu gostava de ser levado assim :)
      já te conto o sonho de hoje, ou daquilo que me lembro

      Eliminar
  2. Manel,
    é caso para se dizer;a tua vizinha é pior do que a minha[risos]
    Reclama sempre, quando o deixares de fazer é porque algo não está bem.
    Bom sábado :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. podemos trocar a ver se gosto mais da tua :)
      bom domingo com hora extra

      Eliminar
  3. Ter um mau vizinho é das piores coisas que se pode ter.
    Que tal encebar as escadas, no hospital com uns comprimiditos acalmam a fera :-)

    Boa noite, afilhado mailindo quinté

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hoje estive quase... mas depois liguei a música... a vizinha lembrou-me que eu precisava de música na minha vida. boa noite madrinha, boa semana e beijos

      Eliminar
  4. Já tive alguns maus vizinhos nos quarenta anos que aqui vivo. Um tipo que batia na mulher e nos filhos, no andar de baixo. Uma vizinha que gemia e suspirava tanto e tão alto que todo o prédio sabia quando estava a fazer amor, no andar de cima e ainda mais acima um casal africano que todos os fins de semana fazia festas que acabavam sempre com a polícia no prédio às vezes até chamada pelos moradores dos prédios vizinhos. Felizmente de há dez anos para cá, essa gente desapareceu toda e atualmente é um sossego.
    Abraço, saúde e bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se calhar esses chatos mudaram-se para cá :)
      com a minha sorte... é que realmente irrita
      abraço, boa semana e muita saúde

      Eliminar
  5. Já eu tenho tido muita sorte com os vizinhos!
    :)
    A tua vizinha... Arranja-lhe um namorado que isso passa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. oh sim! deus supremo das tempestades e cupido nas horas livres...
      eu arranjava-lhe uma mordaça, isso sim :)

      Eliminar
  6. eu cá, fico a pensar nas pessoas de quem não gosto nada e a tentar ver o que de mim vejo nelas, ou qualquer coisa assim... é deprimente porque vejo-me sempre ali escarrapachadinha...

    ResponderEliminar
  7. O pessoal, quando tem o "sótão" mal arrumado, tem tendência a infernizar a vida dos outros, independentemente de onde se situe a vizinhança (casa, colegas de trabalho...).

    Eu gostei foi da "técnica do espelho" no fim do post. É preciso ser corajoso para conseguir ver nos outros os nossos defeitos.

    Fiquei a pensar nisso.

    Um abraço do Algarve,

    Sandra Martins

    ResponderEliminar

Enviar um comentário