rodilha

 

Relatado o sonho à deusa, esta quis torná-lo real nos dias seguintes, o mais rapidamente possível, aparecendo à porta no tal vestido fácil de cor azul. Mas os sonhos não são feitos da mesma matéria de que se compõe a realidade, sendo a sua consistência volátil fruto da mente e dos anseios e não da carne possante que cobre os ossos e tendões. Também se pode dizer e penso que não me engano muito, que dos sonhos tudo se espera e nada se obtém, ao passo que na realidade a obtenção pode estar profundamente relacionada com a capacidade de espera. Esperar nos sonhos é só idiota, mas na realidade também pode ser. Talvez a deusa soubesse e só buscava uma confirmação, quando subiu a mão por debaixo da t-shirt até ao peito. Não foi assim que sonhei, sussurrei ao ouvido, mas a deusa estava concentrada, de olhos semicerrados no tacto, uma respiração próxima de extinta. A mão susteve-se, parecia procurar o sítio certo, o tempo exacto e com uma perícia cirúrgica, rasgou a pele com as unhas afiadas, que tanto pareciam bisturis adaptados, como rapidamente se transformavam em pinças hábeis, puxando de uma só vez o coração da sua cavidade. Ainda batia compassado, embora nenhum dos vasos lhe estivesse ligado, enquanto a deusa o torcia com as duas mãos, como se fosse uma rodilha da loiça velha e enrugada. Nem um só pingo de amor havia, nem um, como a deusa previra. 



Comentários

  1. "Rodilha", há tanto tempo que não lia ou ouvia esta palavra,viajei num tempo longínquo.
    Assim de repente parece que estava a ver uma cena do filme" Maléfica", dass.
    Manel, o mundo já é tão cruel, vê lá se começas a sonhar mais soft, porque a vida é um espectáculo imperdível, oubiste?
    Noite serena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nã quer dizer que por o escrever, que realmente me aconteça...

      Eliminar
  2. Com tanta coisa tão bela para sonhar e o amigo vai sonhar com a deusa-arranca-corações? Isso é lá sonho que se tenha?
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a amiga consegue decidir só sonhar com o belo? eu bem queria :)
      saúde e um abraço

      Eliminar
  3. Olha, gostei do sonho. ..até porque sendo os sonhos tão voláteis que nem consistência têm, como querias que pudesse sair amor de um coração feito de trapo velho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. até os trapos velhos podem ter amor :) digo eu que nem sei muito bem o que digo

      Eliminar
    2. Olha, Manel, só para te alegrar um pouco mais a vida e os sonhos, convido-te a visitar o meu blog, a partir das 00:00 de amanhã, para te animar com algo me parece sonhas e não nos contas... :))

      Eliminar
  4. Irra! Que raio de sonho!

    Tomar uma bebida numa esplanada, a ver o mar, a apanhar sol e com, á falta de outra, um livro por companhia, melhorava logo esses sonhos, "Mau-Tempo"!

    Rodilhas só mesmo para limpar as mãos ou o chão. Essa "deusa" está mal informada.

    Um abraço do Algarve!

    Sandra Martins

    PS - O primeiro parágrafo descreve o que pretendo fazer neste domingo. A companhia é que vai ser humana e canina.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. espero que nã chova para os teus lados :)
      decidi tirar o fim-de-semana para me organizar, quem sabe os sonhos entrem no mesmo rumo.
      abraço e bom domingo

      Eliminar
  5. Fez-me lembrar o "Arranca Corações" ...mas com a idade o meu coração sofre por um lado menos, como se tivesse ganho rugas ou calos para a paixão mas sofre mais, bastante mais , com as tristezas do mundo.
    ~CC~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tenho estado fechado para o mundo desde que descobri que as minhas entranhas nã conseguem lidar com tudo o que absorvia... a maldade é infinita

      Eliminar
  6. Não digo que que a área de residência influencia os sonhos?

    Não choveu não senhor.

    Mas, escusava de ficar chateado e mandar a tempestade "Bárbara". Com nome de mulher, deve ser boa!

    Com calminha "Mau-Tempo", ok? A chuva faz falta mas á bruta faz estragos.

    Boa semaninha!

    Um abraço do Algarve,

    Sandra Martins

    PS - Mandei e-mail

    ResponderEliminar

Publicar um comentário