heaven

A mulher ia atrasada como sempre, olhos no chão, antecipando mentalmente todas as tarefas que a esperavam, projectando prioridades e possíveis obstáculos para cada uma delas. A máscara interferia com o seu campo de visão, principalmente os desníveis no passeio, por isso caminhava de forma mecânica, passos largos, sem  olhar quem com ela se cruzava. Não sabemos ao certo quando tempo terá levado para que o cérebro dos nossos antepassados excluísse o nariz do nosso campo de visão, é possível que seja necessário o tempo de uma geração até que os nossos olhos consigam excluir as máscaras. Mas voltemos à mulher que naquele momento passava pela casa que ela conhece como da árvore de flores que despontam nos últimos dias de inverno, quando ouviu o homem que cantava em frente da parede pintada.  "Baby, you're all that I want, when you're lyin' here in my arms..." o que a fez levantar a cabeça em direcção da voz e viu o homem que pintava a rolo, janela aberta, ignorando o sorriso que fazia crescer por detrás da máscara da mulher que corria, atrasada como sempre. 



Comentários

  1. Podes crer, Manel...este contratempo que nos obriga a andar só com os olhos de fora, vai impedir muita gente de ver os sorrisos que e os sonhos que só se completam, quando um homem, ou uma mulher, pode ver lábios sorrindo em sintonia com os olhos.
    Doutro modo, nunca saberemos quem nos sorri de verdade...

    Beijos, Cigano, voltaste em grande.
    Lindo texto.

    ResponderEliminar
  2. Tava a ver que tinhas sumido de vez. Ai ai, ai ai, tu toma jeito afilhado ou ainda me matas de preocupação.
    Toute a sorrir, consegues ver?
    Beijinho dfa madrinha

    ResponderEliminar
  3. Letras





    Heaven, I'm in heaven,
    And my heart beats so that I can hardly speak
    And I seem to find the happiness I seek
    When we're out together dancing, cheek to cheek

    Quando li o título, lembrei-me desta canção. E do filme "Á Espera de um Milagre", com o Tom Hanks e o Michael Clarke Duncan.

    Eu acho ao contrário: a máscara esconde o rosto mas não os olhos. E os últimos é que são, sem sombra de dúvida, o espelho da alma.

    Espero que esteja tudo bem. Depois desta ausência prolongada.

    Um abraço do Algarve,

    Sandra Martins




    ResponderEliminar
  4. Um rosto é todo um conjunto, agora visto só pela metade, há algo em falta, até porque no que me diz respeito gosto de ver os lábios das pessoas...mas é assim que andaremos nos próximos tempos, por mais que tente, ainda não me habituei mesmo.
    ~CC~

    ResponderEliminar
  5. Sabe deus o que vai na cabeça das gentes que caminham enclausuradas nas suas máscaras.
    Que bom haver quem cante! Com ou sem máscara!
    Também me faria sorrir quero crer!

    ResponderEliminar
  6. Desta vez é que o moço se me fugiu..... Ó Maneeeeeel....

    😢

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Ai, Manel, ai Manelito
      por onde andas tu meu amiguito
      Ai Deus, e u é?
      -------------------------------
      Apaguei o outro porque me enganei. Desculpa.

      Eliminar
    3. Volte, Manel Mau-Tempo, que o tempo de ter medo há-de passar!

      Abraço!

      Eliminar

Enviar um comentário