Tlaloc

"um post por dia até ao fim do corona" dia 2!

O problema é que gosto de estar sozinho. Sou assim desde pequeno, diz a minha mãe a toda a gente que lhe pergunta se estou bem naquele sítio tão longe. Entretinha-me com o que havia, nem era preciso brinquedos. Aos três anos comecei a desenhar depressões barométricas nas paredes lá de casa, mas ninguém entendia o que aquilo era. Depois na escola primária a professora chamou a minha mãe porque ao contrário de todos os idiotas dos meus colegas, eu não pintava as nuvens de azul, mas de cinzento e preto, carregadas até o lápis rasgar o papel. Mas as nuvens não são azuis, disse a minha mãe, que acreditava que eu estaria apenas a passar por uma fase criativa. Os meus pais eram muito permissivos, tipo hippies, deixavam-me fazer tudo o que eu queria, até ao dia em que sem querer larguei um pequeníssimo-microscópico-minúsculo-mini-tornado dentro de casa. A partir dai as coisas começaram a fiar mais fino*, fiquei de castigo durante um dia inteiro, vinte e quatro horas seguidas e nunca mais engarrafei fenómenos meteorológicos dentro de casa. Depois os meus pais foram-se conformando com a ideia que eu nunca iria ser médico ou arquitecto como o meu primo, filho do tio Zeca, e até se habituaram a ouvir-me dizer quando alguém perguntava o que queria ser quando fosse crescido: "Eu sou Tlaloc, deus supremo do trovão e das tempestades!" 


*«Fiar mais fino»

· Expressão idiomática que tem a sua origem na acção de fiar o linho, o que não se revela tarefa fácil.

· Outra acepção da expressão «fiar mais fino», no sentido de «ser humilhado», «ser castigado» ou «ser submetido» remonta à Antiguidade Clássica, numa alusão à humilhação a que Ofélia sujeitou Hércules, obrigando-o a fiar o linho e a executar tarefas femininas e para ele complexas, dada as dimensões das suas mãos.

Comentários

  1. Há pouco choveu por aqui. Foste tu?
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. oh sim, o meu chefe mandou-me despachar umas nuvens made in china para os tugas nã saírem de casa, mas eu nunca pensei que fosse resultar... foi muita chuva? as nuvens eram pequenas, grandes, médias? ainda há nuvens?

      Eliminar
  2. Manelinho, afilhado mailindo quinté, nem sonha quem passa por aqui, que em vez de chuva e trovões, podíamos ser corridos, todos, à pedrada. -:)


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. parece que sim, acho que vou escrever sobre esse asteróide... tantos assuntos e eu pareço uma rede esburacada!

      Eliminar
  3. Oh, SDTT (Supremo Deus dos Trovões e das Tempestades)...
    eu gosto muito mais de ti do que se fosses o Deus Supremo da Arquitectura pós-moderna ou o Supremo Deus de todos os Nobel da Medicina Alternativa.

    Tu és um Deus especial e único!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. oh que elogio! até se instalou o rubor nas minhas faces peludas... podes continuar que eu gosto :)
      Bom dia Janita

      Eliminar
  4. Acho que sou um bocadinho mais bruta, prefiro espadelar o linho, com força. Não há cá finezas.

    ResponderEliminar
  5. Ao ler texto lembrei-me de "piar mais fino" e fui confirmar no Google se também existia
    Como não estou a encontrar o fermento de padeiro posso tentar antes dessa maneira, obrigada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. inicialmente escrevi piar mais fino, mas fui checar e encontrei que a forma correcta era fiar mais fino... por isso apliquei essa... mas se calhar existem as duas.
      Nã sigo aquela receita do video, mas uma mais simples de um livro de comida indiana... depois de aquecer as chapattis numa frigideira sem usar qualquer tipo de gordura, o que faço depois é leva-las à chama directa, pousar mesmo em cima da chama, mas isto porque tenho gás, quem nã tem, nã dá.

      Eliminar
  6. Olha, eu conheço: agora a coisa vai piar fino; chiar fino, ou põe-te fino ou ainda chias - Há para todos os gostos e para os meus lados a tradução é algo assim a modes que: ou te portas bem ou levas na trombeta. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ehehehehe, chiar fino ainda é melhor... eu porto-me bem, prometo!

      Eliminar
  7. Também sou do piar fino, já me dizia Mamãe quando eu não parava de refilar com ela e ela me ameaçava com a colher de pau :D:D
    Já vi que eras uma rica peça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. um anjinho... nã havia muitas colheres de pau inteiras lá em casa!

      Eliminar

Enviar um comentário